Empreendendo no Vermelho, é possível Abrir Empresa com Nome Sujo?

Tem dívidas pessoais e está pensando se pode abrir uma empresa apesar desta situação? Ter o nome sujo não o impede de ter projetos de desenvolvimento profissional.

A criação de um negócio pode até ser vista como uma forma de sair de uma situação difícil. No entanto, é importante conhecer as questões antes de começar. Há escolhas a fazer, vai fazer o certo?

Dependendo do tipo de empresa escolhida, as consequências não serão as mesmas. Quando se tem dificuldades financeiras, pode haver uma vantagem em optar por uma forma em que o patrimônio profissional e o patrimônio pessoal sejam separados.

Empreendendo com o nome sujo: faça a escolha certa ao abrir uma empresa

Realmente não há regras quando se trata de quando você deve começar um negócio. Se você está esperando que os céus se abram e lhe digam que agora é o momento certo, você vai esperar para sempre.

Se você tem um sonho e quer ir mais direto ao ponto, um plano de lucratividade, você pode ter que ir em frente enquanto ainda carrega dívidas pessoais. Felizmente, não há leis contra iniciar um negócio quando você está endividado. Ninguém o impedirá de se tornar um MEI ou uma sociedade limitada, se você assim o desejar.

Isso não significa que você tenha liberdade para entrar em qualquer ideia de negócio que lhe ocorra no chuveiro. Começar um negócio significa mudanças legais e financeiras em sua vida, e você precisa estar preparado para isso.

Por outro lado, a dívida pessoal pode afetar o tipo de empréstimo para pequenas empresas para os quais você é elegível, e pode desativar potenciais investidores ou parceiros de negócios.

A dívida pessoal também pode criar estresse adicional à medida que você inicia seu negócio. Você será capaz de reinvestir seus lucros iniciais e expandir seus negócios, ou precisará do dinheiro para pagar essas dívidas?

Portanto, a dívida pessoal pode complicar as finanças da sua empresa. Quando você está apenas começando, você quer que suas finanças sejam complicadas? Ou você prefere que elas sejam o mais simples possível?

Você pode construir um negócio enquanto paga a dívida. Muitas pessoas no Brasil criam sua riqueza quando iniciam seu próprio negócio, já que não há limite salarial do jeito que existe em um trabalho de mesa. Tudo depende de como você lida com suas finanças pessoais e comerciais ao iniciar um negócio.

Impactos bancários: direito à abertura de uma conta

No caso de dívidas pessoais, a dificuldade será encontrar financiamento para constituir o seu negócio. O banco irá rever vários dados, verificando se o seu nome está sujo. Há poucas chances de obter um empréstimo ou de ser autorizado a abrir uma conta em caso de nome sujo. Os bancos também estarão relutantes em deixá-lo abrir a conta bancária e fornecer um bom crédito se você estiver em dívidas.

No entanto, para criar um negócio é necessário abrir uma conta bancária profissional. Em caso de recusa das instituições bancárias, sinta-se à vontade para procurar outras alternativas.

Não é incomum que bancos e outros credores peçam uma garantia pessoal de um empresário ou mesmo de um cônjuge que não esteja envolvido na empresa. Proprietários e alguns fornecedores também são conhecidos por insistir em uma garantia pessoal como condição para fazer negócios.

Muitas vezes, os empresários não pensam duas vezes em usar seus ativos pessoais para apoiar um empréstimo bancário, linha de crédito, contrato de aluguel ou contrato de fornecedor.

Ter uma conta bancária profissional também ajuda a prevenir contra os riscos de confusão patrimonial.

O que você pode fazer para minimizar sua responsabilidade pessoal

É uma boa ideia falar com um profissional com experiência em contratos ou financiamento antes de assinar na linha pontilhada. Essa pessoa pode ajudar a garantir que você entenda todas as letras miúdas em um contrato de empréstimo, aluguel ou fornecedor e identifique cláusulas enterradas, como uma garantia pessoal.

O profissional certo também pode ajudá-lo a negociar um acordo sem uma garantia pessoal ou reduzir a responsabilidade da sua família, removendo um requisito de garantia pessoal para um cônjuge ou membro da família que não faz parte do negócio.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Print
Email

Preencha os campos para um orçamento.